100

UM HÁBITO MILENAR, QUE RELEMBRA O SEU PASSADO, E ALEGRA O SEU PRESENTE

A busca por qualidade de vida passa por diversos caminhos, um deles é a aromaterapia, aroma/cheiro mais terapia/tratamento. É a utilização de óleos essenciais extraídos de plantas aromáticas como agentes de prevenção na saúde física e emocional do ser humano.
Pré-história, antigo Egito, Idade Média, guerras mundiais, povos indígenas. A relação do homem com plantas aromáticas é muito antiga e profunda, as plantas sempre estiveram presentes na caminhada de todas as grandes civilizações, e nos dias de hoje também. É uma técnica reconhecida pelo Sistema Único de Saúde - SUS como terapia integrativa. Saudável e natural, compatível e complementar a outras terapias.

A base principal dessa terapia é o olfato, um sentido primitivo e o primeiro a se desenvolver durante nosso processo evolutivo - quando as ações, as reações rápidas, e o estado emocional eram de fundamental importância para a sobrevivência.
Os cheiros podem ter efeitos poderosos, podem assustar, intrigar, ou confortar. O cérebro e o sistema olfativo possuem uma ligação direta, com centros de memória, os cheiros podem nos levar diretamente de volta a uma cena vivida. (Ratey, Dr. John J. O Cérebro)
Quando sentimos um aroma, o nervo olfativo envia sinais diretamente para o sistema límbico e para a amígdala, partes do cérebro responsáveis pela nossa memória e humor. É por conta disso que certos aromas instantaneamente nos fazem bem, trazem uma memória favorita. Ou seja, um aroma afeta diretamente o emocional.
Cada óleo essencial tem cerca de trezentos ativos químicos em sua composição – são substâncias que as plantas produzem naturalmente, para a sobrevivência no meio em que está inserida. Essa riqueza de ativos faz com que cada óleo tenha inúmeras propriedades. Por isso são recursos que auxiliam tanto no alívio de uma dor de cabeça como na sua prevenção, pois agem de forma holística, tratam não apenas o sintoma, mas a causa do problema, que pode ser, por exemplo, o estresse e/ou a ansiedade.
O objetivo do tratamento com aromas é harmonizar o ser humano no nível emocional, de uma forma prazerosa e harmônica, com a escolha dos óleos essenciais que o indivíduo necessite para aquele momento, um agir de forma rápida, e proporcionando um novo hábito, o de desfrutar dos efeitos da aromaterapia no seu dia a dia.
Como na nutrição e na atividade física, o quesito variedade “no consumo” de óleos essenciais também é importante. Se a ação aromática ocorre no físico e no emocional, novos ambientes também demandam novos aromas. Como aromaterapeuta, procuro oferecer uma proposta individualizada tratando a pessoa e não somente o sintoma, o que é minha marca registrada nos atendimentos, a elaboração de um perfume terapêutico exclusivo.
Não é necessário, porém, ter algum sintoma ou incômodo para incorporar a aromaterapia na rotina diária. Alguns usos, simples, em casa ou no trabalho podem auxiliar a manter o ânimo, a respirar melhor e a ganhar concentração! A utilização dos difusores de ambiente, por exemplo, tem se popularizado nos mais diferentes cenários - casa, escritório, consultório, etc. Além de manter um aroma agradável e saudável, é um bonito gesto de cuidado com os familiares, com colegas e clientes.
Os colares aromáticos também são importante aliados no tratamento individual, bem como os pins, os pequenos frascos com óleos diluídos, e, os sprays, muito usados no preparo do ambiente para aulas, consultas, meditações e/ou até para uma excelente noite de sono.

 

ABSORÇÃO PELA PELE

Além da inalação, a absorção pela pele também permite os benefícios das propriedades dos óleos essenciais, que podem ser diluídos em cremes e óleos vegetais e usados nas mãos ou sola dos pés, por exemplo. 
Entre os óleos essenciais mais conhecidos temos o de Lavanda Francesa, para acalmar um coração angustiado, utilizado para combater insônia, tensão e cansaço - uma gota do óleo no travesseiro te trará uma ótima noite de descanso. Além de trazer benefícios, como a melhora da respiração, é antisséptica, alivia a picada de inseto, proporciona calma e paz, é harmonia interior.
O óleo essencial de Laranja Doce é para alegrar a casa, e basta algumas gotas num difusor de ambiente, um ansiolítico natural, relaxante, que auxilia na digestão, bem aceito por crianças e adultos. Pode ser utilizado na massagem estética auxiliando em drenagens linfáticas. Traz o aconchego e lembranças da infância.
Já o óleo essencial de Hortelã Pimenta é excelente para começar um novo dia, traz ânimo e espanta a preguiça, mantém todo mundo atento. Refrescante, pode aliviar uma dor de cabeça ou um congestionamento nasal, basta aplicar uma ou duas gotas num lenço de papel e inalar. Usado em massagens terapêuticas voltadas para as tensões musculares de atletas. Ao ser inalado temos uma sensação de limpeza, e traz clareza mental.

São muitos os aromas que podem ajudar a enfrentar o turbilhão de sentimentos que faz parte da nossa vida.
É recomendável, que você adquira os óleos essenciais de fornecedores confiáveis, se atentando para o fabricante e autenticidade do produto - não confunda óleo essencial com essência. Usá-los com orientação de um aromaterapeuta, de preferência, com a devida cautela na quantidade e na diluição.
 

VIVENCIANDO A AROMATERAPIA

Trabalho com vários formatos de atendimento. Além da consulta personalizada, disponibilizo as vivências aromáticas, onde apresento o como utilizar os óleos essenciais, o como aproveitar suas propriedades e indicações terapêuticas. Quando uma pessoa, um grupo de pessoas, vivencia um aroma adequado, não é preciso convencê-las, faz tão bem que a reação positiva delas é imediata.
Uma outra vivência praticada/discutida em grupo, através de WhatsApp, é a dos doze óleos essenciais, os mencionados em escrituras sagradas, usamos um por mês. Proporcionam a possibilidade de um momento especial de conexão, o sagrado da matéria aromática e suas propriedades benéficas, físicas e emocionais. Em meditações, em leituras bíblicas, remete ao sagrado de ontem nos dias de hoje. Temos áudios semanais, que agradam aos mais leigos também. O grupo recebe todo mês uma amostra de cada óleo estudado, óleos que podem permitir um momento divino, bastante inspirador.

Meu trabalho parece algo novo, mas não é. Se trata de um resgate, da reconstrução de uma cultura muito antiga, de diversas civilizações, é o buscar na natureza tudo aquilo que precisamos. O uso dos óleos essenciais nos ajuda a acessar uma qualidade de vida física e emocional que tínhamos, passando a viver mais perto da natureza, como que pisando descalços na grama, ou ainda, como que tomando o chá de ervas da horta da avó para curar uma pequena indisposição.



Matéria disponível no link: https://www.saudeebelezamais.com.br/edicoes/edicao-n-32/#p=20


aromasaromaterapia terapiaessenciaaromasdemauahamericanasp